II Encontro de Jovens Rurais do Semiárido - II Encontro de Jovens Rurais do Semiárido

Primeiro Encontro

Primeiro Encontro

O I Encontro de Jovens Rurais do Semiárido – Compartilhando e construindo novos saberes, aconteceu no período de 28 a 31 de janeiro de 2016, na sede do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), em Campina Grande, Paraíba – Brasil.

O I Encontro de Jovens Rurais do Semiárido teve como objetivo principal, fortalecer as pautas das juventudes das regiões do Semiárido do Brasil, a partir dos espaços de participação e no processo de construção de políticas de desenvolvimento territorial. Como também, contribuir com subsídios e diretrizes para o Plano Nacional de Juventude e o Plano de Sucessão Rural.

O evento foi uma iniciativa do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), da Secretaria da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (SEAFDS), em parceria com o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Programa Semear (IICA/FICA/AECID), Corporação PROCASUR, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Secretaria Nacional de Juventudes (SNJ), Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (CONDRAF) e a Secretaria Estadual de Juventudes, Esporte e Lazer (SEJEL).

O evento também contou com o apoio do Movimento Sem Terra (MST), Articulação do Semiárido (ASA), representações juvenis das Comunidades Quilombolas e Ciganas do Estado da Paraíba, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Pastoral da Juventude Rural (PJR), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Movimentos dos Pequenos Agricultores (MPA), Rede de Jovens do Nordeste (RJNE), Federação dos Trabalhadores da Agricultura no Estado da Paraíba (FETAG PB), Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar na Paraíba (FETRAF PB), Comitês Territoriais de Juventude no Estado da Paraíba e Empresa Técnica de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (EMATER PB).

O encontro reuniu mais de 300 jovens oriundos de todos os estados do semiárido brasileiro para discutir formas de convivência com a região, representando os mais diversos segmentos da sociedade civil organizada, que vive, e desenvolvem ações no campo, com representações que considerou questões de gênero, raça/etnia.

O evento promoveu debates e intercâmbios, oportunizando espaços para a troca de experiências das vivências coletivas de aprendizagem, com o propósito de fortalecer a participação das juventudes e movimentos juvenis do campo, no acesso das políticas públicas, voltadas para a região, numa perspectiva do desenvolvimento territorial sustentável.

Avalie o conteúdo desta página!

Enviando Comentário Fechar :/